sábado, 11 de março de 2017

Menino de 8 anos levanta carro para salvar o pai e diz que foi ajudado por “anjos”

J.T. e Mason estavam trabalhando com seu pai num Toyota Prius quando o carro de repente caiu. (Foto: Arquivo pessoal)

Um menino de 8 anos teve uma ajuda sobrenatural para levantar o carro que prendeu o corpo de seu pai durante um conserto mecânico na casa da família em Sugar City, no estado de Idaho, nos Estados Unidos.
O garoto J.T. Parker estava com seu pai, Stephen Parker e seu irmão Mason, de 17 anos, no quintal de sua casa quando aconteceu o acidente, no dia 30 de julho de 2016.
"Estávamos puxando o motor para fora do carro e, depois que conseguimos, eu subi para pegar os eixos", lembra Stephen. "Um dos eixos saiu facilmente, mas o outro lado não estava saindo".
Stephen ajustou o eixo e moveu o macaco mas, de repente, o veículo da marca Toyota Prius caiu sobre ele. Mason tinha entrado em casa minutos antes, porque tinha cortado a mão. A única pessoa que estava perto do pai era J.T.
"Eu gritei para J.T. do outro lado do carro: 'Jack, põe para cima, rápido! Jack, rápido!’”, Stephen lembra. "Eu não conseguia me mexer. Eu estava totalmente preso e acabei desmaiando”.
J.T., que pesa cerca de 22 quilos, ajustou o macaco e imediatamente começou a usar a ferramenta. "Foi assustador. Eu achei que não conseguiria ligar o carro, mas eu continuei tentando", lembra o garoto.
Por 15 minutos, ele continuou movimentando a alça do macaco e o carro levantou lentamente. Stephen diz que não consegue se lembrar de nada disso. "Só me lembro de ter sentido paz", conta o pai. "Me lembro de ver tudo claro, como um dia feliz. As nuvens passavam, tudo estava feliz e pacífico”.
Depois que o carro foi levantado, J.T. correu para chamar Mason. Enquanto os rapazes esperavam o atendimento de emergência, a esposa de Stephen, Jodi, chegou em casa. "Quando cheguei, vi meu marido debaixo de um carro. Meu coração simplesmente entrou em desespero”, ela lembra.
Stephen foi levado para o Centro Médico Regional de Idaho em estado crítico. “Eles fizeram vários exames em mim e tudo o que encontraram foram 13 costelas quebradas. Nada interno foi danificado. Foi um milagre”, reconhece Stephen.
Dois dias depois, o pai dos garotos já estava em casa. Eles perguntaram a J.T. se ele levantaria novamente aquele carro, e ele prontamente respondeu que não conseguiria. Naquele dia, o menino respondeu que contou com a ajuda de “anjos”.
Sua mãe, Jodi, concorda. "Tudo o que aconteceu foi um milagre. Não há outra maneira de descrever”, afirma. "Não tem como esse garotinho ter feito isso. Eu sinto que nossa nova responsabilidade é dizer às pessoas que milagres ainda existem".
J.T foi homenageado pela organização Cruz Vermelha e foi um dos escolhidos a receber o prêmio de "Heróis do Estado de Idaho 2017”.


http://guiame.com.br

DEIXANDO DEUS COMO ÚLTIMA OPÇÃO

Se Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia. Salmos 46:1 Então, Porque a primeira pessoa que procuramos qua...