quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Jovem passa sete anos orando pelo futuro marido

A jovem Tami Acree decidiu comprar uma gravata e orar pelo seu futuro marido. Sete anos depois, ela deu o adereço ao seu noivo, na noite antes do casamento e teve uma grande surpresa.

Caleb (esquerda) e Tami Acree (direita), no dia de seu casamento. (Foto: FaitHit)

Como muitos cristãos solteiros, esperar e pensar sobre quem Deus escolheu para ser seu cônjuge para toda a vida, a jovem Tami Acree compartilhou sua bela história de amor, que começou há sete anos com a simples compra de uma gravata, antes mesmo dela começar a namorar o rapaz.
"Quando eu era um estudante do segundo ano na faculdade, fui desafiada a comprar uma gravata e pendurá-la em meu quarto para me lembrar de orar pelo meu futuro marido", Acree explicou.
"Durante 7 anos, a gravata ficou pendurada na minha cama ou no meu espelho e, por mais vezes do que posso contar, isso me levou a orar, para que Deus desse encorajamento, maturidade e desenvolvesse espiritualmente meu futuro marido, para ele um dia se tornar o homem de Deus que eu desejava", acrescentou.
Mesmo depois que começou a namorar aquele que se tornaria seu marido posteriormente, Tami não deixou de orar e não tirou a gravata de seu quarto.
Já na noite anterior ao dia de seu casamento, a jovem lembrou o "significado muito especial" e seu desejo de dar aquela gravata ao homem pelo qual ela tanto orou.
"Na noite antes do nosso casamento, eu estava com minhas amigas e fomos colocar dar a gravata a ele. Então percebemos que ela era azul marinho, cinza e rosa. As três cores do nosso casamento!", explicou
A coincidência não foi proposital, acrescentou Acree, mas se somou a uma certeza que ele sempre teve em seu coração.
"(Deus) sabia antes mesmo de eu ter comprado aquela gravata há 7 anos, que Caleb era o homem pelo qual eu estava orando e Ele o orquestrou tudo em Seu tempo perfeito!", contou.
"Eu não a pedi para Caleb usá-la. Eu simplesmente a dei a ele, da maneira que eu sempre quis fazer (antes do casamento)", afirmou.


Porém a decisão de seu marido em usar a gravata que carregou tanta história emocionou Tami.
"Enquanto eu estava andando em direção a ele na igreja, uma das coisas que eu sempre me lembrarei é ver Caleb usando a gravate que lhe dei uma noite antes de nosso casamento", disse ela.
Tami compartilhou seu testemunho em uma postagem da página "Love What Matters" ("Ame o que Importa") e já teve mais de 47 mil curtidas, 1,5 milhão de comentários e 8 mil compartilhamentos

Por: http://guiame.com.br

O Verdadeiro Avivamento não é rodar, pular e nem gritar. Avivamento É AQUELE QUE FAZ o Pecador SE ARREPENDER.