sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

CONTAS DE LUZ TÊM COBRANÇAS INDEVIDAS DE ICMS

Resultado de imagem para contas de luz têm cobranças indevidas de icms

O STJ decidiu que as contas de luz têm cobranças indevidas de ICMS. Vários tribunais estão seguindo o entendimento do STJ, a fim de determinar que se exclua da base de cálculo do ICMS os encargos da fatura de energia elétrica.
Você consegue enxergar essa grande oportunidade de ampliar sua carteira de clientes? Saiba mais: http://praticajuridicaonline.com.br/restituicao-icms
Consumidores de todo o país podem acionar a Justiça para reaver os valores pagos nas faturas de energia dos últimos cinco anos.
Saia na frente da concorrência e atue nesse nicho de mercado, milhares de consumidores em todo o país podem acionar a Justiça para reaver os valores pagos nas faturas de energia dos últimos cinco anos.
Para agilizar e facilitar o seu trabalho, desenvolvemos o Material Jurídico Completo sobre o tema, com o objetivo de garantir os melhores resultados para o seu escritório e para os seus clientes.
Receba como bônus uma coletânea com mais de 100 Julgados favoráveis à tese defendida. São decisões em inteiro teor de diversos Tribunais do País, além de decisões recentes do Superior Tribunal de Justiça. Excelente material para ser utilizado como documentação complementar nas petições.
Acesse o Material Jurídico completo clicando aqui: http://praticajuridicaonline.com.br/restituicao-icms
Receba a planilha de cálculo compatível com todos os estados da federação. Planilha em formato Excel, com utilização facilitada. Além de vídeo aula explicativa.
Nosso material foi produzido por advogados que atuam em causas reais para a restituição dos valores cobrados na fatura de energia.
Toda vez que o material for atualizado, você receberá gratuitamente por e-mail as atualizações das Petições, Recursos, Planilhas de cálculos e novas decisões judiciais.

Deputados que votaram contra prisão de Picciani, Melo e Albertassi

Veja como votou cada um dos deputados da Alerj quanto à revogação das prisões de Picciani, Melo e Albertassi VOTOS PELA SOLTURA (39)...