terça-feira, 8 de março de 2016

Padre deixa Igreja Católica “por causa da idolatria”, em Sousa, Paraiba


O pequeno vilarejo, chamando, Núcleo II, perímetro Irrigado de São Gonçalo, Município de Sousa ficou espantando com o anuncio de um importante membro da comunidade na última quinta-feira (29/04): “Não serei mais Padre. Estou deixando o meu ofício para ser Pastor Evangélico”, disse o Padre Lourival (foto) para os Fieis que acompanhava a Missa na Igreja São Pio X naquela localidade.

A notícia emocionou a todos que se encontravam no momento participando na santa eucaristia, sem entender, de fato, o que estava acontecendo.

Padre Lourival sempre foi dedicado as missões da fé católica na sua comunidade. Bem Visto por todos, bem jovem demonstrou vocação para sacerdote. Foi para o seminário, e teve o apoio de sua gente com ajuda, inclusive para terminar seus estudos.

Porém com o tempo, o Padre Lourival foi ficando inquieto, e suas mudanças já eram sentidas pela comunidade Católica do Núcleo II, até que chegou o momento do anunciou aos Fieis que naquele momento estava deixando a fé católica, sua batina que usou por muito tempo pelo palitó e a gravata, tradicionais vestimentas usados pelos Pastores Evangélicos.
O anuncio ganhou grande repercussão na religião católica na grande Sousa, pelo fato do Padre Lourival ser uma pessoa influente no meio religioso.

O ex-padre agora vai fazer suas pregações na igreja Assembleia de Deus. Uma carta comunicando ao Bispo Diocesano de Cajazeiras, Dom José Gonzalles já foi confeccionada e entregue ao Bispo, comunicando a sua renuncia como Sacerdote da Igreja Católica pelo Padre, Lourival.
Em entrevista ao jornalista Petson Santos, da Rádio Oeste de Cajazeiras(PB), proprietário do portal Diario do Sertão, o agora ex-Padre Lourival Luiz de Sousa que exercia o sacerdócio católico desde o dia 18 de Junho de 2000, confirmou a saída dos quadros da Igreja Católica Apóstólica Romana, pontuando que sua mudança de religião aconteceu por, principalmente, não aceitar a idolatria de imagens sacras. “Eu deixe a igreja católica, tirei a batina como se diz, e fui ao vivo entregar a carta de renúncia ao bispo Diocesano“,  pontuou  em entrevista, o agora ex-padre.
Questionado pelo repórter sobre a possibilidade de rever a decisão adotada,  o ex-padre  foi taxativo “Não tem condição de eu voltar porque eu conheço a palavra. Deixe eu dizer uma coisa a você, 90% das pessoas que estão na igreja, porque gostam deste negócio de imagem, gosta de procissão, a gente prega sobre a idolatria e aí as pessoas não aceitam que está na palavra, então este foi um dos grandes motivos da minha saída

FONTE: Folha do Sertão

Os Dez Mandamentos volta ao ar no dia 25 de julho

Um dos maiores sucessos da televisão brasileira dos últimos anos, a novela  Os Dez Mandamentos  volta a ser exibida a partir do dia 25 ...