quinta-feira, 12 de novembro de 2015

O Faraó morreu ou não morreu na travessia do Mar Vermelho?

O Faraó morreu ou não morreu na travessia do Mar Vermelho?
Você pergunta: Nessa semana a Rede Record transmitiu a novela Dez Mandamentos que mostrou a travessia do povo de Israel pelo Mar Vermelho. Na novela o Faraó do Egito não morre. Sempre fui ensinada que o Faraó morria junto com seu exército. Fiquei confusa agora. O que a Bíblia diz a respeito dessa questão? Faraó morreu ou não morreu na travessia do Mar Vermelho?
Cara leitora, recebi perguntas de vários irmãos em Cristo com essa mesma dúvida, se o Faraó morreu ou não morreu na travessia do Mar Vermelho. Para termos uma resposta bíblica, vamos analisar o que temos de fato escrito na Bíblia sobre essa questão:
O Faraó morreu ou não morreu na travessia do Mar Vermelho?

O Faraó morreu na travessia do Mar Vermelho?

(1) O texto principal que narra a perseguição dos israelitas e a travessia do Mar Vermelho se encontra em Êxodo 14:1-30. Podemos perceber nessa narrativa que o Faraó sai junto com um exército escolhido de seiscentos carros em perseguição aos israelitas (v.v.6-7). Ou seja, fica claro que o Faraó sai liderando seu exército nessa perseguição aos israelitas com o claro objetivo de trazê-los de volta à escravidão no Egito.
(2) O texto de Êxodo não nos diz objetivamente se o Faraó entrou ou não no Mar Vermelho atrás dos Israelitas: “Os egípcios que os perseguiam entraram atrás deles, todos os cavalos de Faraó, os seus carros e os seus cavalarianos, até ao meio do mar” (Êxodo 14:23). Também não temos uma menção objetiva de que o Faraó tenha sido engolido pelas águas quando desabaram sobre os egípcios: “E, voltando as águas, cobriram os carros e os cavalarianos de todo o exército de Faraó, que os haviam seguido no mar; nem ainda um deles ficou” (Êxodo 14:28).

(3) Considerado isoladamente, a narrativa de Êxodo não nos dá elementos concretos para podermos afirmar com 100% de certeza que Faraó tenha morrido na travessia do Mar Vermelho. Porém, causa estranheza o fato do Faraó vir com seu exército e no momento mais esperado pelos egípcios, que era de perseguir de perto e capturar o povo israelita, o Faraó simplesmente pare de liderar o exército que vinha liderando por todo o caminho e fique apenas observando. Era comum que reis e faraós liderassem seus exércitos nesse tipo de campanha de guerra. Mas ao mesmo tempo causa estranheza que Moisés não tenha registrado a morte do principal inimigo do povo de Deus naquele momento. Será que Moisés pode não ter visto se o Faraó também foi tragado pelas águas? É uma possibilidade. No cântico de Moisés registrado em Êxodo 15, Moisés também não relata a morte do Faraó: “Lançou no mar os carros de Faraó e o seu exército; e os seus capitães afogaram-se no mar Vermelho” (Êxodo 15:4).
(4) Por outro lado, considerando um outro texto bíblico que fala sobre a vitória do povo israelita sobre os egípcios, temos a menção do Salmos 136:15: “mas precipitou no mar Vermelho a Faraó e ao seu exército, porque a sua misericórdia dura para sempre” (Salmos 136:15-17). Nesse texto bíblico a menção da morte do Faraó é clara. Talvez uma explicação para essa menção posterior da morte do Faraó nesse Salmo seja um indicador de que Moisés quando escreveu o relato de Êxodo não tivesse a certeza da morte dele, mas, posteriormente, a notícia dessa morte tenha sido divulgada quando os egípcios ficaram sabendo de tudo o que ocorreu e a notícia se espalhou, o que permitiu a outros escritores bíblicos terem essa certeza e registrá-la.
(5) Dessa forma, em minha opinião, a Bíblia nos dá elementos suficientes para crer que Faraó tenha sim morrido na travessia do Mar Vermelho, junto com seu exército. Fato esse que Moisés não tinha certeza à época do seu registro de Êxodo (por isso não o registrou), mas que, depois, pode ser confirmada e registrada de forma clara pelo autor do Salmos 135.

Deputados que votaram contra prisão de Picciani, Melo e Albertassi

Veja como votou cada um dos deputados da Alerj quanto à revogação das prisões de Picciani, Melo e Albertassi VOTOS PELA SOLTURA (39)...