domingo, 20 de setembro de 2015

INFELIZMENTE! Um cristão é morto a cada 5 minutos

Organização Liberdade Cristã Internacional pede oração por fiéis perseguidos
Um cristão é morto a cada 5 minutos

Desde 2011, organizações evangélicas vêm dando o alerta, mas nenhuma providência em larga escala foi tomada.  O fato é que a perseguição aos cristãos está ultrapassando um recorde histórico.
A organização Liberdade Cristã Internacional, que monitora casos de perseguição no mundo todo, está querendo conscientizar a Igreja que é preciso agir. Até 8 de novembro, Dia Internacional de Oração, eles desejam ver milhares de igrejas cristãs se unirem em oração pela segurança dos irmãos e irmãs que estão sendo perseguidos por causa de sua fé em Jesus Cristo.
As estatísticas apontam para um cristão martirizados a cada cinco minutos em algum lugar ao redor do mundo.
O presidente da Liberdade Cristã, Jim Jacobson, pediu: “Vamos orar pelos crentes perseguidos. Eles são a sua família cristã em todo o mundo. Ore pela sua segurança. Que eles sejam encorajados a continuar compartilhando o Evangelho, mesmo diante da perseguição e que seus perseguidores possam conhecer Cristo enquanto observam o corajoso testemunho destes crentes”.
Outros grupos cristãos e ativistas pelos direitos humanos têm usado a estimativa de que há um cristão a menos no mundo a cada cinco minutos. O sociólogo Massimo Introvigne, da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa, acredita que essa média, usada desde 2011, tenha crescido no último ano por causa da ascensão do Estado Islâmico.
Estima-se que 80% dos atos de perseguição religiosa no mundo são contra cristãos, aponta a International Society for Human Rights, uma ONG da Alemanha. De acordo com o Center for the Study of Global Christianity, do Seminário Gordon Conwell, dos EUA, mais de 100.000 cristãos são assassinados por ano, ou seja, 11 por hora. Isso inclui evangélicos, católicos e ortodoxos indistintamente.
A Portas Abertas, missão que monitora constantemente a situação dos perseguidos, estima que 4.344 cristãos foram mortos por causa de sua fé e 1.062 igrejas foram atacadas em 2014. Em alguns países os números são difíceis de ser confirmados.
O grupo Caritas Italiana, instituição católica que ajuda cristãos perseguidos aponta que a cada dia cerca de 100 milhões de seguidores de Cristo, são perseguidos de alguma maneira por causa de suas crenças.
Não apenas por causa dos conflitos generalizados com muçulmanos em todo o Oriente Médio e norte da África. Isso ocorre também de forma institucional em governos asiáticos. São milhares de cristãos detidos em campos de detenção na Coreia do Norte e um número não revelado de cristãos chineses que enfrentam ameaças diáriasCom informações de Christian Post

Ele vem

Sonhem, planejem, mas não se esqueça que a qualquer momento o Senhor voltará.  # elevem